Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Força… Pra quem?

Meninos do CT (Foto: Reprodução TV Globo)

Foi uma tragédia! Dez meninos mortos, dez famílias desoladas, dez sonhos interrompidos.

O esporte, em todo o mundo, é instrumento de ensino de valores, chance de se livrar das adversidades, de buscar o caminho do bem na construção de uma vida melhor.

Não, o futebol não é o glamour que a maioria pensa. Aqui no Brasil mais de 90% dos jogadores profissionais ganham menos de dois salários mínimos.

Nesta grande peneira, poucos saem da curva e ganham a notoriedade. E estes poucos passam a ser ídolos da maioria da população que desconhece a realidade da maioria desses jovens.

O CT do Flamengo, assim como o do Vasco e o do Fluminense tem algum tipo de irregularidade. É o que dizem os órgãos “competentes”. Os centros já foram multados, autuados ou até mesmo lacrados.

Independentemente do problema do ar condicionado não ter a ver com o alvará ou ser resultado de causas naturais, se não tem alvará, não pode funcionar. Simples assim!

Mais uma vez estamos nos prendendo a realidade de uma minoria. Se Flamengo, Vasco e Fluminense estão assim, imagine então os CT’s de menor investimento espalhados por todo este imenso Brasil.

Em um país onde infelizmente remediar parece melhor que previnir, ainda vivemos um grande contraste. É lindo ver torcedores de outros times dando força, fazendo homenagens, se solidarizando. Mas, ao mesmo tempo, é muito feio um simples #ForçaFlamengo. Alguém viu difundirem nas redes sociais #ForçaVale ou #ForçaLamia? O que eu vi foi #ForçaChape e #ForçaBrumadinho.

Sem hipocrisia, desejo força aos familiares, aos amigos, aos colegas, aos jovens talentos. Ao Flamengo, #VergonhaNaCara e #Atitude. O Flamengo não é vítima. Os meninos são.

Deixe seu comentário: